Sheila Goldgrab é coach executiva e lidera grupos Women Leaders Habit Lab. Ao abordar na revista Forbes a questão do gerenciamento do tempo, coloca algumas questões que merecem nossa atenção. Principalmente porque preocupar com o tempo é uma ilusão. Temos de observar quais as causas subjacentes de uma possível baixa produtividade e atual sobre elas, pois sobre o tempo não se atua. Uma hora tem 60 minutos e isso não pode ser gerenciado.

A primeira questão que ela coloca tem relação com a procrastinação. E o interessante é que ela não relaciona isso com disciplina, mas sim com os sentimentos relacionados à ação. São eles que nos levam a adiar aquela demanda! A solução precisa ser encontrada dentro de si com uma analise de seus pensamentos e emoções, tal como apresentamos no pilar emocional da gestão da atenção. Entender, racionalizar e atual sobre eles, revendo-os ou mudando a realidade de demandas.

Outra questão que ela aborda como complicados da produtividade é a prática excessiva da colaboração. Colaborar com os outros é bom e aconselhável, mas a contar de uma certa dose, passa a comprometer o trabalho pessoal. Seletividade é o caminho!

O outro elemento a trabalhar é a força de vontade. Quando não temos bons hábitos, passamos a ter nossa vontade minada pelos acontecimentos e demandas do dia a dia. Criar uma mentalidade factível sobre o autocontrole pode fazer muito bem à força de vontade, evitando quedas bruscas e repentinas do querer e do fazer.

Nota-se que a abordagem de Sheila passa muito por dentro da ideia de que precisamos estar atentos a nós e ao nosso entorno. Entendendo os acontecimentos, as ações que nos chegam, nossas reações e compressões para podermos nos habilitar a evitar os gatilhos da procrastinação e desanimo. Isso tem total relação com a Gestão da Atenção. Quando comandamos nossa atenção em prol de uma vida mais salutar, produtiva, energizante e positiva, tendemos a obter melhores e maiores resultados do que deixando nossa atenção fluir conforme a correnteza maluca e intensa de nossa realidade atual.

Fonte: https://www.forbes.com/sites/forbescoachescouncil/2021/10/05/the-secret-to-productivity-isnt-time-management/?sh=2721d1dbe6b3