O maior inimigo da boa atenção é a distração! É justamente as distrações que comprometem a qualidade de nossa atenção e com isso, nos torna mais aptos a acidentes, problemas e erros. Como o próprio nome diz, “DISTRAÇÃO” é aquilo que nos afasta da tração. Daquilo que nos faz ter o movimento certo, seguro e adequado. Ficar sem tração é patinar no mesmo lugar, é não sair do lugar, ou pior, nos tirar da estrada!

Temos de lembrar que nossa atenção pode funcionar sem nosso esforço e consciência. Ela pode ir vagando de coisa em coisa, como desejar, com a intensidade que achar mais adequada e pelo tempo que considerar oportuno. Mas isso é como “deixar a vida me levar”! Podemos acabar que nem tronco em curva de rio, ou seja, sendo levados pela correnteza da vida e passando tempo em locais que não escolhemos, apenas encalhamos ali…

Portanto, ser senhor de sua atenção remete à prática das escolhas de foco mais adequados para nossa evolução e crescimento. E mais do que escolha, lida também com a definição do tipo de atenção correto para aquele contexto, com a profundidade demandada para aquele foco e o tempo que efetivamente precisamos ai permanecer para que os resultados sejam alcançados. Lógico que a vida é fluida e os contextos podem sofrer mudanças bruscas – como a pandemia do COVID 19, por exemplo -, demandando revisão de nossos focos e prioridades. Mas via de regra, podemos nos manter em nossos planos de execução da boa atenção em busca dos melhores resultados para nossa vida ou nosso trabalho.

Quanto menos damos poder às distrações que nada contribuem, mais tempo e qualidade de vida obtemos. Lembrando que há um mundo faminto por nossa atenção e que faz de tudo para conquistar nossa atenção. Muitas vezes, usando o subterfúgio de nos distrair para que nessa nos direcionemos para os focos que eles querem. É quase impossível evitar isso. Mas é mega possível, nos conscientizarmos que fomos distraídos e nessa, retornamos para o foco que estávamos ou redirecionarmos para outro que seja mais adequado. Portanto: Fique atento!