É preciso ficar atento às demandas do dia a dia de modo a se priorizar e focar no que é realmente importante e necessário. E, mais do que isso, dar essa atenção com o máximo de qualidade e com a profundidade necessária. Assim, indo um pouco além de uma atenção básica a possibilidade de que os resultados sejam bem maiores aumenta exponencialmente.

A preocupação de que algo dá trabalho e de adiar essas ações em virtude disso é um grande atraso de vida. Fazer só por fazer, também pode ser algo que retira o potencial dos resultados. Um esforço de fazer bem as coisas, além de ser algo que leva a um crescimento pessoal e dos nossos skills, levanta nosso ego e amplia nossas crenças realizadoras. Portanto, não aceite adiamentos, fazer as coisas de qualquer jeito ou dedicar atenção “medíocre” às demandas da vida. Lembrando que a palavra “medíocre” vem de realizar dentro da média, ou seja, fazer como a maioria faz. As pessoas que optam pela mediocridade nunca despontam e reduzem drasticamente o aproveitamento das oportunidades que surgem pela vida.