Sabias que todos nós temos pontos de vista que nos são próprios e que diferem de todas as outras pessoas? Sim! Nossos pontos de vistas são resultados de quem somos, onde estamos, o que sabemos, o que já vivemos, o que acreditamos… algo que muitos chamam de modelos mentais!

Somos seres modelados pela vida e estes modelos pessoais e únicos determinam boa parte de nossas escolhas de focos e portanto, do que damos ou não atenção. Nem mesmo gêmeos univitelinos possuem modelos mentais idênticos. Somos seres únicos e como vemos, percebemos e escolhemos nossos focos de atenção é exclusivo.

Isso pode ser bom se tivermos desenvolvido bons modelos mentais e maléfico se tivermos formado maus modelos. Podemos sempre avaliar a qualidade de nossos modelos mentais à medida que identificamos os bons e maus hábitos atencionais, da efetividade de nossa atenção perante nossos desafios e metas, bem como pelo nivel de stress, confusões e falhas que cometemos em nossas vidas.

Esse é um assunto que dá um livro, mas o que vale é destacar que sua atenção é fruto de como percebe, entende e reage na vida. Bons modelos são construtivos e maus modelos, destrutivos. A boa noticia é que os modelos podem ser moldados e melhorados! Em outras palavras, nossa atenção é tão boa quanto são nossos modelos mentais.