Podemos estar em um ambiente mutante, confuso, complexo e tumultuado, mas isso não serve de desculpa para não ser capaz de liderar e fazer acontecer. Os grandes lideres, consideram e lidam com o caos enquanto decidem, reagem e fazem evoluir os planos. Precisam manter uma atenção que lhes permita perceber os acontecimentos, as alterações de contexto, as implicações nas coisas e pessoas, bem como os impactos nas metas que possuem.

Isso tudo está relacionado com a competência desse líder em gerenciar a própria atenção. Ter o poder de lidar com o tumulto a sua volta de modo desapegado, conectando nos elementos importantes e necessários, no tempo e movimento adequado em termos da superação e evolução de suas metas e responsabilidades.

Ser coerente e eficiente em meio às mudanças, conflitos e implicações sistêmicas é uma arte do verdadeiro líder! E isso é, em boa parte, um exercício pleno e competente de sua atenção!