Ouvir pode ser algo natural e inevitável, mas escutar é um exercício de levar a atenção ao que nos está chegando aos ouvidos com o intuito de que aquela recepção seja devidamente percebida, entendida e processada em nosso ser.

Um dos elementos chaves para uma atenção de qualidade tem relação direta com a intenção e esforço de sermos bons ouvintes. Se tem algo que mina relações é não dar ouvidos ao que os outros nos dizem. Uma comunicação não se efetiva apenas pela existência do emissor, meio e receptor. Ela se torna algo real apenas se o receptor processar seu conteúdo com atenção e cuidado.

Já se sentiu triste por não receber a devida atenção de outras pessoas? Em especial daquelas da qual esperava uma atenção cuidadosa e dedicada? Pois então, ao escolher os focos a que prestar atenção, lembre-se que as outras pessoas pedem e merecem de você uma atenção de qualidade. Se estiver ocupado, com outras prioridades ou o que seja, tenha a delicadeza de atuar com a outra pessoa de modo a que esta não se sinta rejeitada ou desprestigiada. Se for o caso, negocie com ela outro horário, local ou meio, mas lhe dê uma atenção respeitosa e tão boa quanto gostaria de receber se estivessem em situação inversa.

Preste atenção a sua forma de ouvir! Busque ser uma pessoa elogiada pela boa escutatória e não pelo contrário!