Sabe aquela empresa que investiu pesado em P&D, desenvolveu vários projetos em rede buscando integrá-los sob a forma de um produto novo e que depois passou pela engenharia, testes, protótipos… e chegou na produção, com campanha de marketing, vendas, logistica de distribuição e coisa e tal, mandando para o mercado seu novo produto “mega” inovador?

Então, ela ficou tão focada no próprui umbigo, digo, a seus projetos, que deixou de perceber que seus concorrentes tambem estavam em ação, buscando inovar e ganhar o mercado. A questão é: quem foi mais atento às reais necessidades dos clientes, com o máximo de agregação de valor a seus produtos? Este irá ganhar mercado!

E o que acontecerá ao player que lançou algo aquem do lançamento do concorrente? Muito provavelmente irá amargar prejuizos. Talvez, até mesmo fatais!

Agora, o que houve de diferente nos dois projetos? A atenção organizacional! Sim, o concorrente conseguiu fazer uma leitura melhor do mercado, das tecnologias, das necessidades e desejos dos clientes e com isto, se organizou para concluir um projeto com muito maior potencial de sucesso. Soube ler o contexto, entender esta realidade e se organizar internamente para conduzir tudo isto para o projeto em desenvolvimento. Foi uma organização atenta de fora para dentro e de dentro para dentro!

Agora, dê uma analisada em sua organização: ela é suficientemente atenta para competir neste mercado altamente dinâmico, exigente e concorrido?