Sim! Temos um volume de atenção e não o podemos expandir. O que podemos é utilizá-lo de modo sábio. Se pegamos boa parte de nossa atenção e a concentramos no trabalho, como é que fica suas outras questões importantes para sua felicidade?

Perder saude física, emocional, familiar vale o ganho de uma promoção? Lógico que não! Mas isso não significa que deva parar de lutar por sua evolução profissional. O que você precisa é dividir sua atenção de forma inteligente entre o que chamamos de pilares da boa atenção pessoal.

Na gestão da atenção, essa distribuição de atenção deve passar pelo cuidado com o físico, com o emocional, com o laser, com a familia, com o dinheiro, com sua religiosidade e também com o seu trabalho. É algo exigente e mutante, demandando um equilíbrio dinâmico da distribuição da atenção entre os pilares.

Entender mais de gestão da atenção é fundamental para que a atenção passe a ser parte da cura e não da doença que tem se espalhado entre os trabalhadores. Se cuide, cuidando de sua atenção!