Interessante analisar as palavras, tração e distração. O prefixo DIS, ao entrar na frente da palavra tração (que significa puxar, arrastar, movimentar, deslocar um corpo), a palavra muda de significado, passando a representar algo totalmente diferente. Distração tem ligação com dividir, separar, desunir e gerar discórdia. Quando o “dis” aparece, a tração em termos de movimento não acontece.

Uma pessoa atenta é uma pessoa em processo de tração. Ela está gerando força para o movimento, a mudança e inovação. É elemento gerador e transformador, que faz as coisas andarem. Por outro lado, a pessoa distraída atua atrasando, parando, desunindo e tumultuando, a tal ponto que as coisas não se movimentam, pelo menos para onde deveria.

É importante esclarecer que estar distraído, de modo geral, é algo a ser corrigido e superado. Afinal, temos sempre a opção de nos melhorarmos, de nos tornarmos mais atentos e gerando maiores e melhores resultados. Ser distraído não é uma sina! É uma opção! Um estado que pode e deve ser alterado! Vamos lá em busca de uma atenção melhor, mais amiga do movimento e geradora de maior satisfação e resultados. A bola está com você!