Um dos tipos de atenção mais importantes é a atençao focada. Nela, carregamos grande intensidade de atenção a um único foco, tentando desprezar qualquer outro foco que tente captar nossa atenção. Com esse grau de concentração conseguimos elaborar raciocínios mais amplos e complexos, analisar melhor as coisas e sermos mais capazes de estabelecer relações e achar soluções para problemas. É mega valiosa a atenção focada, também chamada de atenção concentrada!

Mas há duas coisas que a vem comprometendo. A primeira é a prática quase que constante de atenção difusa – aquela que é superficial e voltada para mais de um foco de atenção. As pessoas estão cada dia mais praticando este tipo menos complexo de atenção, estando até mesmo com dificuldades de o fazer. O outro comprometimento vem da prática indiscriminada e, vamos dizer, mal educada, de interromper alguém que está em pleno exercício de atenção focada. Se vemos alguém muito concentrados, a não ser em casos emergentes, devemos deixá-lo seguir neste fluxo.

Interrompê-lo lhe será bastante prejudicial, pois mesmo que ele possa depois continuar a focar naquele ponto, levará tempo para atingir novamente a profundidade que estava e muito possivelmente, perderá conexões que estavam presentes no foco anterior e que podem não se estabelecer novamente.

Portanto, respeite a concentração das pessoas! Se puder, atue no entorno para que nada ou ninguém venha a atrapalhar aquela prática atencional mais profunda e valorize aquela pessoa, pois ela tem o poder da atenção de qualidade, profunda e, porque não dizer, plena!