Para responder é necessário primeiro saber o que você chama de auto-ajuda? Se a considera algo que vem com um carimbo de ruim, fraco ou enganação, vai ser difícil te mostrar e convencê-lo de que Gestão da Atenção não é nada disso.

Auto-ajuda é algo que pode ajudar alguém. Apenas isto! Mas alguém não significa todos! Pode ter gente que já está em patamares mais elevados sobre determinado tema e que não absorvem o que está sendo oferecido como uma ajuda. Mas sempre há os que podem se beneficiar.

Quando apresentamos a Gestão da Atenção, temos a consciência de que pode ser algo que já pode estar assimilado por algumas pessoas. Mas também sabemos que há no público geral pessoas que ainda precisam e/ou podem evoluir em termos de ter uma atenção ainda melhor e com maiores resultados. E podemos dizer que a maioria tem como se beneficiar com a gestão da atenção!

Estamos em um mundo de distrações, de infinitos focos de atenção e de uma disputa acirrada pela nossa atenção. Daí, os que conseguem lidar com isto sem um entendimento maior da atenção e da necessidade dela ser gerenciada é muito restrita.

Então, a resposta é depende! Mas não é nossa intenção fazer algo que alguém possa considerar ruim, fraco ou enganação. Estudamos muito e trabalhamos o tema com muito cuidado e dedicação para estruturar um conteúdo que seja sustentado tecnicamente, com o devido grau de profundidade, sem gerar excesso de complexidade e com utilidade prática.

Esperamos que você ingresse no tema com vontade, sem preconceitos e aberto a receber mais esta ajuda para ter uma vida mais produtiva e satisfatória.