Se estruture para ser uma pessoa que realiza boas comunicações e ajude seus interlocutores principais a também o serem. Assim, vivenciará verdadeiras conversas de qualidade. Então, vamos a algumas dicas para a boa conversa:

  • A atenção é um elemento valioso e escasso a todas as pessoas. Se alguém está lhe dando atenção, respeite, valorize e devolva na mesma moeda.
  • Mesmo que o ambiente esteja fazendo de tudo para captar sua atenção, se mantenha firme. Lógico, que se estiver se aproximando um caminhão desgovernado você e seu interlocutor devem mudar de foco e se safarem rapidamente. Mas para os focos menos importantes, deixe-os ali enquanto se dedica a manter o melhor foco possível com seu interlocutor.
  • Somos seres treinados desde a pré-história para reagirmos a focos que se mostrem presentes ao nosso entorno. Não há problema em conferir coisas que se movimentam, fazem barulho, nos atraem visualmente. É normal! Mas faça o favor de voltar o mais rápido possível a seu foco da conversa, se possível, sem gerar quebras de comunicação.
  • Lembre que seu celular é o grande inimigo de suas interações com outras pessoas que estão no seu entorno. Ele faz de tudo para lhe demos atenção! Acende, apita, treme, só falta pular de nosso bolso ou mão para que olhemos para ele. Mas, contenha-se! Quando durante uma conversa olhamos para o celular estamos dizendo à pessoa a nossa frente que ela é menos importante que o celular. Lógico que há situações em que isto pode vir a ser verdade, mas peça desculpa, explique e somente depois, confira o aparelho.
  • E por fim, a regra de ouro: Dê uma atenção tão boa ou mesmo melhor do que a que gostaria de estar recebendo de alguém.